R$199,90

3x de R$66,63 sem juros
5% de desconto pagando com Motoboy / Loja Ver meios de pagamento
Entregas para o CEP: Alterar CEP
Meios de envio
Nossa loja
  • PharmaClinic -Estrada das Lágrimas, 3620 - São Paulo - De Seg. à Sex. das 8h às 19h. Sáb. das 8h às 13h.
    Grátis
Descrição

Hidroxicloroquina 400mg

30 cápsulas
Atua no sistema imunológico

O que é?

A hidroxicloroquina é um remédio indicado para tratamento da artrite reumatoide, lúpus eritematoso, afeções dermatológicas e reumáticas e também para o tratamento da malária. Esta substância ativa é vendida comercialmente com os nomes Plaquinol ou Reuquinol.

Hidroxicloroquina é indicado para o tratamento de:

• Afecções reumáticas e dermatológicas;
• Artrite reumatoide;
• Artrite reumatoide juvenil;
• Lúpus eritematoso sistêmico;
• Lúpus eritematoso discoide;
• Condições dermatológicas provocadas ou agravadas pela luz solar.

Como usar
A posologia da hidroxicloroquina depende do problema a tratar:

1. Lúpus eritematoso sistêmico e discoide
A dose inicial de hidroxicloroquina é de 400 a 800 mg por dia e a dose de manutenção é de 200 a 400 mg por dia.

2. Artrite reumatoide e juvenil
A dose inicial é de 400 a 600 mg por dia e a dose de manutenção é de 200 a 400 mg por dia. Saiba quais os sintomas da artrite reumatoide e como é feito o tratamento. A posologia para a artrite crônica juvenil não deve ultrapassar 6,5 mg/kg de peso por dia, até uma dose diária máxima de 400 mg.

3. Doenças fotossensíveis
A dose recomendada é de 400 mg/dia no momento inicial e depois reduzido para 200 mg ao dia. O ideal é que o tratamento seja iniciado alguns dias antes da exposição solar.

4. Malária
Tratamento supressivo: Em adultos, a dose recomendada é de 400 mg em intervalos semanais e em crianças, é de 6,5 mg/kg de peso corporal, semanalmente. O tratamento deve ser iniciado 2 semanas antes da exposição ou, caso não seja possível, pode ser necessário a administração de uma dose inicial de 800 mg em adultos e 12,9 mg/kg em crianças, dividida em duas tomas, com 6 horas de intervalo. O tratamento deve continuar por 8 semanas após deixar a área endêmica.

Tratamento da crise aguda: Em adultos, a dose inicial é de 800 mg seguida de 400 mg após 6 a 8 horas e 400 mg diários em 2 dias consecutivos ou, em alternativa, pode-se tomar uma única dose de 800 mg. Em crianças, deve-se administrar uma primeira dose de 12,9 mg/kg e uma segunda dose de 6,5 mg/kg, seis horas após a primeira dose, uma terceira dose de 6,5 mg/kg, 18 horas após a segunda dose e um quarta dose de 6,5 mg/kg, 24 horas após a terceira dose.

A hidroxicloroquina é recomendada para o tratamento da infecção pelo coronavírus?
Depois da realização de diversos estudos científicos, concluiu-se que a hidroxicloroquina não é recomendada para o tratamento da infecção pelo novo coronavírus. Foi demonstrado recentemente, em ensaios clínicos realizados em doentes com COVID-19, que este medicamento parece não apresentar benefícios. Porém, os resultados destes ensaios estão a ser analisados, de forma a perceber a metodologia e a integridade dos dados, e até que a segurança do medicamento seja reavaliada. De acordo com a Anvisa, a compra de hidroxicloroquina na farmácia continua a ser permitida, mas apenas para pessoas com receitas médicas para as doenças acima referidas e outras condições que eram indicação do medicamento antes da pandemia de COVID-19. A automedicação pode trazer consequências graves para a saúde, por isso, antes de se tomar qualquer medicamento deve-se falar com um médico.

Quem não deve usar
A hidroxicloroquina não deve ser usada por pessoas com hipersensibilidade a qualquer um dos componentes presentes na fórmula, com retinopatias pré-existentes ou que tenham menos de 6 anos de idade.

Possíveis efeitos colaterais
Os efeitos colaterais mais comuns que podem ocorrer com o uso deste medicamento são anorexia, dor de cabeça, distúrbios de visão, dor abdominal, náuseas, diarreia, vômitos e coceira.

 

Os resultados e indicações referentes ao uso desse produto foram avaliados e comprovados pelo fabricante deste insumo farmacêutico. Não garantimos os resultados descritos, estes variam de pessoa para pessoa dependendo de diversos fatores como alimentação, prática de exercícios físicos, presença de outras patologias, bem como, o uso correto do produto conforme descrito na posologia.

 

  Modo de usar Composição Advertências  

Tomar conforme orientação médica.


Validade: 3 meses.
 
Venda sob prescrição de profissional habilitado, podendo este ser a nossa farmacêutica de acordo com a Resolução 586/2013 do Conselho de Farmácia. Consulte-o! As informações contidas neste site não devem ser usadas para automedicação e não substituem, em hipótese alguma, as orientações dadas pelo profissional da área médica.
Hidroxicloroquina 400mg
Excipiente QSP 1 cápsula.

Referências

Literatura do Fornecedor
1. Nunca compre medicamento sem orientação de um profissional habilitado.
2. Imagens meramente ilustrativas.
3. As indicações postas não se tratam de propaganda, e sim de descrição do produto.
4. Em caso de hipersensibilidade ao produto, recomenda-se descontinuar o uso e consultar o médico.
5. Não use o produto com o prazo de validade vencido.
6. Guarde seu medicamento em temperatura ambiente (15 a 30ºC) em local ventilado, protegido do sol, calor, umidade e aparelhos que emitam radiações (celular, microondas, geladeira e outros).
7. Mantenha fora do alcance das crianças.
8. Recomendado o uso para crianças acima de 5 anos.
9. Não deve ser utilizado por pacientes com problemas renais: Insuficiência renal, cálculos, sem orientação do médico.
10. Este medicamento não deve ser utilizado por gestantes e lactantes, exceto sob orientação médica.
11. Não deve ser usado por pessoas com retinopatias pré-existentes.
12. Os efeitos colaterais mais comuns que podem ocorrer com o uso deste medicamento são anorexia, dor de cabeça, distúrbios de visão, dor abdominal, náuseas, diarreia, vômitos, erupção cutânea e coceira.
13. Os resultados e indicações referentes ao uso desse produto foram avaliados e comprovados pelo fabricante deste insumo farmacêutico.
14. SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO.